sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Feira do Livro

Começou hoje a 54a. Feira do Livro de Porto Alegre. Para os gaúchos, a Feira dispensa apresentações. Para os de fora, digo que se trata, provavelmente, do maior e mais duradouro evento do tipo no Brasil. Nada que se compare às bienais. A Feira é uma festa progamada sob medida para aproximar leitores, livros e escritores.
Para começar, ela acontece na Praça da Alfândega, no Centro de Porto Alegre, local de grande circulação de pessoas. As editoras, livrarias e demais expositores não se organizam em estandes, mas em bancas de todo o tipo - ordenadas ou caóticas, intimistas ou mais formais. Eu disse bancas - afinal, é uma feira.
E há os jacarandás. Árvores que poderias ser consideradas um dos símbolos da cidade, os jacarandás estão por toda a praça. Florescem na primavera, anunciando de forma magnífica a chegada desta estação - e, é claro, da Feira do Livro.
Acredito que todo porto-alegrense que se preze coleciona ao menos algumas histórias sobre a Feira. Eu, é claro, tenho as minhas - trata-se de uma longa relação com a praça e com a leitura.
Agora, mais uma Feira e mais uma história. Pois, pela primeira vez, freqüentarei a praça como autor publicado. Mais do que isso: meu livro estará lá, e eu darei uma sessão de autógrafos! Se a ansiedade já seria natural, desta vez está muito maior. Se a praça poderia ser lugar de cruzar com amigos, mais do que nunca quero fazer o convite para encontrá-los lá!
.
O quê: sessão de autógrafos de As Valsas Invisíveis, de Eduardo Trindade
Onde: Praça de Autógrafos da Feira do Livro de PoA, entre o MARGS e o Memorial do RS
Quando: 14/11/08 (sexta-feira) às 15:30
O livro: também poderá ser encontrado, durante a Feira, na banca da AGEI, perto do Santander Cultural
.
Sobre a fotografia: não é a Praça da Alfândega, claro, mas resolvi homenagear um de meus escritores favoritos publicando esta imagem da Casa de Cultura Mario Quintana, instalada no antigo hotel onde morou o poeta. A Casa de Cultura pode ser visitada em um passeio a pé a partir da Praça.

8 comentários:

Ana disse...

Ah!queria um autógrafo!
Como faço para adquirir seu livro?
Li uma pequena parte na comunidade,e amei!!
ótima sessão de autógrafos!!!
Sucesso e poesia,sempre!

Beijos!

Thalita Castello Branco, disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Michelle Müller disse...

Báh amigo que post mais especial... a nossa Feira merece...Uauuu fiquei tão feliz que tu vais estar autografando aqui, pena que não poderia ir nesse dia :( mas estarei lá contigo em pensamento, e te desejo muitas amelices neste dia!
estrelinhas coloridas pra ti...

Dani Santos disse...

Olá, Eduardo... Parabéns por essa conquista, muito sucesso pra você, sempre. E eu também quero adquirir o livro, hein.

Que o brilho da poesia esteja sempre em seus olhos.

Abraços

Meus Brinquedos Tristes disse...

Oi!
valeu pela visita pelo elogio

Gostei do poema
Corda-bamba
Senti ele

queria ver o livro

Luísa disse...

Será sempre uma boa viagem aquela que se faz no vagão das letras...
Que essa viagem pela promoção dos livros seja polvilhada de sucesso e bafejada pela vontade de ler,ler,ler...

rejane disse...

Ah!! Parabéns, parabéns!! Vamos lotar a Feira!!!!

rejane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.