terça-feira, 31 de agosto de 2010

Sedento

Tenho sede
de teus olhos cristalinos.
Pura miragem,
desvias quando te miro.

Cansei das migalhas
do teu sorriso.
Agora eu te quero
refeição completa.





Eduardo Trindade

9 comentários:

Thaís Butterfly εїз disse...

Intenso!

Amei ^^

Í.ta** disse...

bom, muito bom!

todo leitor quer refeição completa de texto também, sim!

abraços.

Aline V. disse...

Edu do céu, sempre valsando com as palavras dessa maneira envolvente... Lindo, lindo!
E pode deixar que eu te aviso quando o livro estiver disponível no site da Editora para quando você deixar de achar e passar a ter certeza de que quer lê-lo, hehe

Um abraço!

Marina disse...

Covardia dar migalhas a quem tem fome. Ou sede.

Lindo poema, Edu. Beijos!

Aмbзr Ѽ disse...

uau.. deu taquicardia!

muito lindo

http://terza-rima.blogspot.com/.

Aline V. disse...

Votei no seu blog, tá? :)

Andréa Mota disse...

muito bom mesmo..


=)

Andrea de Godoy Neto disse...

que sejas saciado...

beijos, Edu!

Talita Prates disse...

remeteu-me ao meu "Da gula"!

lindo!

Talita.