sábado, 9 de julho de 2011

Vento



O vento frio do crepúsculo
fazia mover sem sentido
as sombras de antigas lembranças,

sobras estacionadas
na contramão do tempo.

2 comentários:

Lara Amaral disse...

Muito bonito! E a imagem encaixou de um jeito melancólico, gostei!

Beijo.

Carlota Pires Dacosta disse...

São os ventos que nos fazem regressar ao que fomos, ao que sonhámos ser.
Lembranças...