quinta-feira, 14 de junho de 2007

Torre: a eloqüência da memória


Eis outra imagem cuja interpretação eu prefiro deixar a cargo do observador... Curiosidade: essa não costuma despertar tantos comentários quanto a anterior, mas hoje me falaram que ela ficaria muito boa como um cartão-postal.
Alguém consegue escutar a música que sai da vitrola? Se meu ouvido não me engana, para mim parece ser um tango argentino...

Um comentário:

Anitha disse...

"...um tango argentino me vai bem melhor que um blues..."

Acho que posso ouvir o tango *-*
e pode ter certeza que toda vez que olhar pra essa pintura eu me lembrarei de ouvi-lo...
Decerto essa é uma das minhas preferidas! :)